Uncategorized

Só falta voltar. E a tecnologia dá um empurrão!

Neste período conturbado da vida em Restauração, é urgente regressar aos restaurantes. Provar as novidades, saborear o regresso e apoiar este setor que sempre acaba fustigado em cenários de crise. Saem todos beneficiados, inclusive quem como eu gosta da arte de bem comer. Agora, só falta voltar.

Para lá da profissão que tenho, sou um frequentador nato de espaços de Restauração e para mim as novidades nestes espaços nunca são demais. Foi, aliás, como forma de incentivo a estas novidades (que já me faziam falta e de que todos gostamos) que poucos dias depois de ser permitido aos restaurantes reabrir escrevi um conjunto de 27 ações que os Restaurantes podiam implementar, desde logo para poderem apresentar novidades e ser resilientes, e também para nos oferecer uma quebra na monotonia do confinamento.

Culturalmente não nos conseguimos afastar da mesa. A cultura da arte de bem comer e de bem confraternizar, à mesa já nos fez a todos perceber que para nós a mesa é de facto uma instituição. Passamos horas em jantares de amigos à média luz, em almoços de domingo fartos e completos ou em objetivos almoços de negócios. Mas sempre com comida e bebida por perto. Quase sempre num Restaurante.

E, pela imposição da pandemia, esta ligação afetiva aos Restaurantes abrandou bastante, mesmo sabendo que existem as tais 5 razões para continuar a frequentar um Restaurante.

Para lá das esplanadas que temos o privilégio de conhecer, já sabemos que todos os Restaurantes implementaram procedimentos que nos fazem sentir tranquilos no momento em que decidimos ir a um Restaurante e o protocolo já está (mais ou menos) interiorizado por quem visita os espaços. E claro que a minha primeira ida ao Restaurante foi cheia de perguntas. Por isso, se estás a pensar ir pela primeira a um Restaurante depois do desconfinamento, não tenhas vergonha e pergunta como deves proceder.

Uma das grandes alterações que os restaurantes estão a implementar (e que para mim deveriam ser para ficar) tem a ver com a digitalização do negócio e que tanto conforto traz a muita gente.

Pedir a carta, fazer o pedido e pagar a conta tornou-se mais fácil. A Zomato lançou o serviço Contactless Dining que se tornou uma mais valia para todos nós e que experimentei esta semana num Restaurante em Lisboa.

Acedi ao menu através de um QR code disponibilizado na mesa, fiz o pedido e o pagamento através da aplicação (e ainda tive desconto de 10% porque era um Restaurante aderente ao Zomato Gold 😊).

Para mim, fez-me sentir seguro (não tive que tocar em nada além do meu telemóvel), permitiu-me desfrutar de uma experiência equiparável à que tinha antes do Covid-19 e tornou toda a experiência mais simples e mais user-friendly.

Pude perceber que em 3 meses os clientes e os negócios se adaptaram — e melhoraram. Agora, as razões para regressar a um Restaurante são muitas. Só falta mesmo voltar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *